Cremesp envia representação criminal contra optometristas

O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) entrou com uma representação criminal contra dois profissionais optometristas por práticas que configurariam exercício ilegal da Medicina.  Os casos são oriundos das cidades de Várzea Paulista e Salto de Pirapora, interior de São Paulo.

Após receber denúncias da Vigilância Sanitária das respectivas cidades, o Conselho denunciou à Polícia local casos de pacientes atendidos em consultórios particulares por profissionais optometristas que realizavam procedimentos médicos, exclusivos da especialidade de Oftalmologia.

“Como regulador, fiscalizador e defensor do Ato Médico, o Cremesp está atento ao que fere a profissão médica. Não podemos permitir que profissionais não capacitados exerçam a função de um médico, colocando em risco a vida de pessoas”, defende o presidente do Cremesp, Lavínio Nilton Camarim.

*Informações do Cremesp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *