ANS define regras para reajuste de plano com menos de 30 beneficiários

Medida vale para 85% dos contratos no país, com 2 milhões de usuários

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou nesta quinta-feira (25) as regras de reajustes para os contratos de planos de saúde coletivos com menos de 30 beneficiários, que representam 85% dos contratos no país, com cerca de 2 milhões de usuários.

A medida, publicada na Resolução Normativa nº 309, determina que as operadoras agrupem esses contratos e calculem um reajuste único. Os reajustes anuais deverão ser aplicados a partir de maio de 2013 já devem levar em conta as novas regras, diz a agência. A ANS ressalta que não definirá os percentuais de reajuste, somente as regras para o cálculo desses percentuais.

As operadoras têm seis meses para comunicar às pessoas jurídicas contratantes (geralmente sindicatos e associações) sobre as novas regras. Elas deverão divulgar o percentual de reajuste em seu endereço eletrônico na internet no primeiro dia útil do mês de maio de cada ano, e mantê-lo divulgado sem limite de tempo, além de identificar os contratos que receberão o reajuste e seus respectivos planos.

Fonte: G1



<<Voltar para Notícias




Receba as nossas novidades em seu e-mail.
Nome:

Data de Nascimento:

Email:




Esclarecimento de quaisquer dúvidas, no prazo de 48 atendimento jurídico virtual(quarenta e oito) horas nas áreas trabalhista (preventiva e contenciosa) e da saúde, através de atendimento virtual.

MAIS

Avenida Paulista, 2.202 – conj. 31 - Cerqueira Cesar – São Paulo - CEP 01310-932
Telefone: (11) 4063-0693 - E-mail: mnmakino.direitomedico@gmail.com
Website desenvolvido por: Andréa Mari