Conselho Regional recebe 73 denúncias contra médicos da Paraíba

Denúncias vão desde erro médico a abandono e morte de pacientes

No primeiro semestre deste ano, o Conselho Regional de Medicina (CRM) recebeu 73 denúncias contra médicos, no Estado, que vão desde erro médico a abandono e morte de pacientes. Com o aumento no número de faculdades médicas no Brasil, o CFM e os conselhos regionais estão discutindo um exame de suficiência para avaliar e selecionar os egressos dos cursos antes que entrem no mercado. O assunto deve ser a principal pauta do congresso da classe, previsto para o final deste ano. Para o corregedor do CRM, José Mário Espínola, o exame vai ajudar a reduzir o número de denúncias contra médicos, porque vai impedir que maus profissionais entrem no mercado. Outros conselhos já implementaram iniciativas similares.

O presidente do CRM/PB, João Medeiros, explicou que a ideia é promover uma avaliação seriada ao longo da graduação. Para ele, o ideal seria o Ministério da Educação autorizar apenas o funcionamento de faculdades capazes de garantir boa formação. Ele afirma, entretanto, que a realidade não é essa e por isso defende o exame. “Em dezembro passado, o Brasil tinha 185 faculdades de Medicina. Hoje já são 196, e nós ficamos preocupados, pois têm surgido cursos com qualidade acadêmica questionável. O governo tem implementado uma política distorcida, prezando a expansão, autorizando novos cursos, mas sem atenção na qualidade”, afirma.

João Medeiros critica, no entanto, o modelo de exame utilizado pela OAB e diz que ele não serve para a área médica. “As entidades de medicina são contra um exame como o da OAB, punitivo, que só prejudica o profissional e não cobra da escola. Além do mais, um exame desse tipo avalia apenas o conhecimento teórico e a Medicina precisa de prática. Um profissional que conhece bem tudo que foi ensinado em sala de aula, mas não domina os procedimentos pode colocar em risco a vida de uma pessoa”, afirma.

Fonte: Jornal Correio da Paraíba
<<Voltar para Notícias




Receba as nossas novidades em seu e-mail.
Nome:

Data de Nascimento:

Email:




Esclarecimento de quaisquer dúvidas, no prazo de 48 atendimento jurídico virtual(quarenta e oito) horas nas áreas trabalhista (preventiva e contenciosa) e da saúde, através de atendimento virtual.

MAIS

Avenida Paulista, 2.202 – conj. 31 - Cerqueira Cesar – São Paulo - CEP 01310-932
Telefone: (11) 4063-0693 - E-mail: mnmakino.direitomedico@gmail.com
Website desenvolvido por: Andréa Mari