Indenização de R$ 45 mil: Médico esqueceu compressa cirúrgica

A indenização foi confirmada nesta quarta-feira (26) pela 13ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça (TJMG)

Um morador de Poços de Caldas, no sul de Minas, deve ser indenizado em R$ 45 mil pela Santa Casa da cidade e por um médico por ter vivido 21 anos com uma compressa cirúrgica de um metro de comprimento esquecida na região abdominal.

A indenização foi confirmada nesta quarta-feira (26) pela 13ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça (TJMG), que não aceitou o recurso do médico e do hospital. 

O paciente foi internado com lesão abdominal em 1987 e foi submetido a uma cirurgia para corrigir o problema. Desde o pós-operatório, convivia com dores na barriga, mas nenhum exame apontou a presença do corpo estranho. 

Em 2008, durante o pós-operatório para retirada da vesícula, os médicos descobriram que a compressa havia calcificado envolta no intestino. 

A 1ª Vara Cível de Poços de Caldas fixou a indenização por danos morais em R$ 45 mil, mas o médico e a Santa Casa recorreram, com a alegação de que o paciente foi “oportunista”, já que o dano seria “irrelevante se comparado ao fato de que eles salvaram sua vida”. 

O desembargador relator, Alberto Henrique, negou o recurso e afirmou que houve negligência médica ao esquecer o objeto no corpo do paciente.

Fonte: R7

<<Voltar para Notícias




Receba as nossas novidades em seu e-mail.
Nome:

Data de Nascimento:

Email:




Esclarecimento de quaisquer dúvidas, no prazo de 48 atendimento jurídico virtual(quarenta e oito) horas nas áreas trabalhista (preventiva e contenciosa) e da saúde, através de atendimento virtual.

MAIS

Avenida Paulista, 2.202 – conj. 31 - Cerqueira Cesar – São Paulo - CEP 01310-932
Telefone: (11) 4063-0693 - E-mail: mnmakino.direitomedico@gmail.com
Website desenvolvido por: Andréa Mari