Opinião: A força da incerteza

Por Hélio Schwartsman - Folha de S.Paulo

SÃO PAULO - Deu em ``Ciência`` que a ocorrência de fraudes em pesquisas médicas cresceu dez vezes de 1975 para cá. Eu não duvido, mas receio que isso seja menos que a ponta do ``iceberg`` do problema. Muito mais preocupante é ler que as conclusões da maioria dos artigos científicos publicados de boa-fé nos melhores periódicos estão erradas.

Quem fez essa afirmação, para lá de polêmica, foi John Ioannidis num artigo de 2005 na ``PLoS Medicine`` que imediatamente se tornou um clássico. É um texto bem técnico, que abusa da matemática para explicar que, devido a uma combinação de características da psique humana com a própria natureza do raciocínio estatístico (inferência bayesiana), a maioria dos estudos reflete mais os vieses dos pesquisadores do que propriedades reais do fenômeno analisado. Não importa o que o cientista queira ``provar``, com a força dos falsos positivos e um mínimo de lapidação estatística, ele terá sucesso.

A boa notícia é que, apesar de os ``papers`` médicos não terem o poder que lhes atribuímos, ainda resta uma hierarquia. Estudos randomizados e com muitos pacientes tendem a ser melhores do que os que se valem de menos cobaias, os quais, por sua vez, são superiores a pesquisas feitas com poucos controles estatísticos. Segundo o próprio Ioannidis, num outro artigo publicado na prestigiosa ``Jama``, algo entre 1/3 e metade dos trabalhos tidos como de melhor qualidade apresenta conclusões erradas ou francamente exageradas.

Antes de trocar a medicina pela homeopatia, vale lembrar que a tarefa mais difícil da ciência é separar dados que têm significado à luz de uma teoria do que é só ruído. Fazê-lo implica admitir que o mundo está cheio de incertezas. Devemos tentar medi-las e levá-las em conta na hora de interpretar resultados de pesquisas. Em teoria, a ciência já prevê a necessidade de corrigir a si mesma. Trabalhos como os de Ioannidis são um vetor dessa autocorreção.

Fonte: Folha de S.Paulo

<<Voltar para Notícias




Receba as nossas novidades em seu e-mail.
Nome:

Data de Nascimento:

Email:




Esclarecimento de quaisquer dúvidas, no prazo de 48 atendimento jurídico virtual(quarenta e oito) horas nas áreas trabalhista (preventiva e contenciosa) e da saúde, através de atendimento virtual.

MAIS

Avenida Paulista, 2.202 – conj. 31 - Cerqueira Cesar – São Paulo - CEP 01310-932
Telefone: (11) 4063-0693 - E-mail: mnmakino.direitomedico@gmail.com
Website desenvolvido por: Andréa Mari