Projeto prevê plástica após mastectomia

A plástica só não será realizada se houver contraindicação médica ou recusa da paciente

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou projeto de lei que obriga profissionais que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS) a proceder à plástica reparadora nas mulheres submetidas a cirurgia para tratamento de câncer na mama. Como o projeto foi aprovado em decisão terminativa, será submetido aos deputados, sem ser votado no plenário do Senado, se não houver recursos contrário de pelo menos nove senadores.

A plástica só não será realizada se houver contraindicação médica ou recusa da paciente. Autora da proposta, a senadora Vanessa Grazziotin (PC do B-AM) lembrou que uma lei em vigor assegura no SUS a cirurgia plástica reparadora na mama em caso de câncer. O projeto inova ao prever a simultaneidade da cirurgia reparadora e a plástica. A relatora, senadora Ângela Portela (PT-RR), disse que mais de 20 mil mulheres aguardam a reconstituição da mama pelo SUS.

Fonte: ROSA COSTA / BRASÍLIA - O Estado de S.Paulo

<<Voltar para Notícias




Receba as nossas novidades em seu e-mail.
Nome:

Data de Nascimento:

Email:




Esclarecimento de quaisquer dúvidas, no prazo de 48 atendimento jurídico virtual(quarenta e oito) horas nas áreas trabalhista (preventiva e contenciosa) e da saúde, através de atendimento virtual.

MAIS

Avenida Paulista, 2.202 – conj. 31 - Cerqueira Cesar – São Paulo - CEP 01310-932
Telefone: (11) 4063-0693 - E-mail: mnmakino.direitomedico@gmail.com
Website desenvolvido por: Andréa Mari